Consulado General en RÍO DE JANEIRO

Acerca de esta Representación

Archivo Histórico

Guía de trámites consulares (Documentación Argentinos - Actuaciones Notariales - Opción Nacionalidad Argentina - Visas/Vistos para extranjeros)

Compras y Contrataciones

Feriados

Contactos de la Representación.

I.C.B.A.

DNI y Pasaportes listos para su entrega.

A Fragata ARA Libertad chega ao Rio de Janeiro

O Navio-escola da República Argentina Fragata ARA Libertad, após visitar Fortaleza e Salvador atracará no Rio de Janeiro na próxima quinta-feira 5 de setembro às 9hs.
Estara aberta a visitação pública no Pier Mauá nos seguintes horários:

  • Sábado 6/09: das 14h00 às 17h30
  • Domingo 7/09: das 14h00 às 17h30
  • Terça-feira 09/09: das 14h00 às 17h30

 

Um pouco de história da Fragata ARA Libertad

Desde 1873 a Marinha Argentina contou com navios-escola que serviram para formar aos futuros oficiais na vida no mar. Essa é a tarefa que executa a Fragata ARA Libertad, obra destacada, projetada e construída por estaleiros argentinos.


Quando a Fragata Presidente Sarmiento deixou o serviço ativo, a idéia foi construir na própria Argentina, com planos nacionais e mão de obra argentina, um navio-escola da Marinha Argentina para fins de treinamento.


Em 13 de Novembro de 1953, o então Ministério da Marinha autorizou a construção e em 11 de dezembro o primeiro rebite foi colocado na quilha do novo navio de treinamento no Estaleiro Naval em Rio Santiago.


Em 30 de maio de 1956 o casco foi lançado no Estaleiro Rio Santiago. O trabalho continuou nos anos seguintes, com várias modificações no equipamento, ficando como uma fragata de três mastros, em agosto de 1956. A construção continuou até 1961.
Em março, ela partiu em uma viagem de teste. Deixando Puerto Madryn foi surpreendida por uma forte tempestade que serviu como batismo no mar. Ela voltou para a estação naval de Rio Santiago e em 20 de dezembro de 1962 partiu para a Base Naval Puerto Belgrano para alistar-se com vistas à primeira viagem de instrução.


A Libertad é uma fragata de quatro mastros cujas velas cobrem uma área total de 2.652 m2. Desde a sua viagem inaugural em 1963, a fragata Libertad fez mais de 40 viagens. Tem navegado 720 mil milhas (equivalente a 33 viagens ao redor do mundo), tendo visitado ao longo desse tempo mais de 500 portos e 60 países.


Em cada um desses portos, ela representou à Argentina como uma verdadeira embaixadora, sendo admirada por milhões. Em seus conveses foram recebidas centenas de dignitários estrangeiros de todas as partes do mundo. Sua presença convoca, motivo pelo qual a indústria nacional utiliza a sua estadia no porto para expor e promover produtos argentinos.


Em cada viagem de treinamento são convidados oficiais das forças armadas de outras nações, do Exército argentino, da Força Aérea e da Guarda Costeira, o que contribui para a geração confiança e compreensão mútua. Além disso, estudantes universitários e pessoas de diferentes lugares exploram os oceanos, vivendo experiências inesquecíveis e conhecimentos da vida no mar.


Em 1966 a Fragata ARA Libertad recebeu a Grande Medalha pelo recorde mundial de velocidade nos grandes veleiros ao atravessar o Oceano Atlântico Norte. Ela fez a viagem de Cape Race, no Canadá, até a linha imaginária Dublin-Liverpool, totalizando 2.058,6 milhas, em oito dias e 12 horas. A marca permanece até hoje invicta.


Ganhou nove vezes o tradicional Boston Teapot Cup, concedido anualmente pela Sail Training Association ao veleiro que tripulado por mais de 50% dos funcionários em instrução percorra a máxima distância só velejando em 124 horas. Em 1998, ela ganhou o primeiro lugar na "Regata Americana" no circuito entre os portos de Savannah e Green Port.


Seu atual comandante é o capitão da Armada Argentina Marcos Henson e o porto do Rio de Janeiro é o terceiro porto do Brasil que visita no decorrer deste percurso, tendo anteriormente atracado nos portos de Fortaleza e Salvador.


Durante esta viagem, o navio participou com outro grupo de grandes veleiros da América do Sul na Operação Vela 2014 em comemoração ao Bicentenário da Armada Argentina ao cumprir-se os duzentos anos da Batalha Naval de Montevidéu.


Acima de tudo, a Fragata Libertad é um navio-escola. Os guarda-marinhas argentinos têm aprendido as artes do mar e da navegação no convés e nas suas salas de aula. Cada viagem de instrução é um verdadeiro ciclo acadêmico, que se baseia na experiência e conhecimento para aqueles que tripulam os navios da Armada Argentina. Entre os objetivos da viagem de treinamento, há o objetivo que os futuros oficiais entrem em contato com diferentes culturas de outras nações. Isto promove uma compreensão mais ampla da realidade do mundo e uma abertura à realidade que permite um olhar abrangente na tomada de decisões. É importante lembrar que, a cada ano, quase ininterruptamente, nos mares e portos onde ondeie a bandeira da Fragata Libertad está presente a República Argentina.

La dotación de la Fragata ARA Libertad
Mascarón de Proa
Atracando en puerto
En plena navegación
El recorrido 2014

Fondo argentino de cooperación sur-sur y triangular